Desastre Iminente, por Jamie McGuire

08 novembro 2013

Desastre Iminente – Belo Desastre #2, por Jamie McGuire
Verus, 405 páginas (Parceria)
Travis perdeu a mãe muito cedo, antes de morrer, ela lhe ensinou duas regras de vida: ame muito, lute mais ainda. Tendo sido criado em uma família de homens que gostam de jogos e lutas, Travis Maddox é um cara durão. Musculoso e tatuado, bad boy até o último fio de cabelo, ele leva uma mulher diferente para casa a cada noite. Até conhecer Abby Abernathy. Determinada a se manter longe de problemas, Abby resiste com todas as forças ao charme de Travis, sem saber que assim só o deixa mais determinado a conquistá-la. Será que o invencível Travis “Cachorro Louco” Maddox vai ser derrotado por uma garota?

Desastre Iminente conta a mesma história de Belo Desastre (resenha aqui), a diferença é que aqui vemos a história pelo ponto de vista de Travis.
Não há grandes mudanças por isso irei ater-me aos pontos distintos. Já no início vemos o dia em que a mãe de Travis morreu e se despediu dele, do pai e de seus irmãos. Na despedida da mãe, ela pede duas coisas para Travis e esse pedido explica um pouco a atitude dele, após o ocorrido o pai dele, Jim Maddox, negligencia um pouco a família aplacando a sua dor com álcool enquanto Thomas, o irmão mais velho toma de conta dos seus irmãos. Sua convivência com os irmãos fez de Travis um lutador, já que brigavam constantemente, assim ele aprendeu a se defender e a ter ganhos com isso, ganhando as lutas armadas por Adam, um cara que ele nem sabe se estuda ou não na faculdade, mas que lhe paga em dia. Ele também é famoso por ser pegador, isso até encontrar a Abby. Antes de Abby, ele não tinha amado nenhuma outra garota, só levava os "abutres" para o seu sofá e as mandava embora em seguida a única com quem ele mantinha contato era Megan que parecia bastante com ele e só estava a procura de diversão (isso aos olhos de Travis, porque para mim Megan queria algo mais concreto com ele).

"Decidi há um bom tempo que me alimentaria dos abutres até que um colibri aparecesse. Um beija-flor." (Página 20)

Travis é impulsivo e inseguro, e aqui temos uma visão mais ampla de como ele age quando Abby vai embora, quebrando as coisas, bebendo e estragando tudo. Mas é incrível como tanto Travis quanto Abby bebem e ainda agem como se estivessem sóbrios. 
No livro anterior era America quem mais aconselhava Abby, aqui é Shepley quem acomselha o Travis. Além de estar sempre atrás do primo para ele não fazer uma besteira, vemos como Shep é apaixonado por America e porque ele tem tanto medo que o relacionamento de Travis com Abby atrapalhe o seu, uma consequência que acontece uma ou duas vezes se não me engano. America também não tem muito destaque nessa versão, mas ela mostra outro lado, sempre conversando com Travis de forma gentil e simpática, não histérica e batendo nele como aparecia mais em BD.
Trent, o irmão de Travis também aparece bastante, tentando lhe tirar do quarto, e o levanto até o Red para beber e tentar esquecer a Abby.
Mas não há tanta novidade, Jamie somente recriou a história pelo ponto de vista dele, com um pouco mais de “po@#*” e mostrando o quanto ele queria Abby, da sua maneira. Mas tenho que destacar que Jamie tem uma narrativa tão envolvente que as páginas saltam e nem notamos.
Algumas cenas foram adicionadas, conversas com Shep, e com Trent que explicavam onde ele estava quando não estava com Abby. Mas a maioria dos diálogos são os mesmos de BD.
Em Desastre Iminente senti a história um pouco corrida demais, fato este que não notei no outro, como no final quando eles acabam de passar por uma situação horrenda e de uma hora pra outra fazem planos que mudaria a vida deles como se o ocorrido anteriormente nem tivesse acontecido.
Jamie também adicionou um novo final além do que outro em BD nos apresentando Abby e Travis no futuro, eu ainda não sei dizer se gostei ou não desse epílogo, em parte achei ilusório, enquanto por outro lado pareceu o desfecho perfeito.
Eu esperava que Desastre Iminente me agradasse mais, afinal é Travis narrando, não que eu não tenha gostado de Abby, mas é Travis Maddox!, mas conclui que Belo Desastre me prendeu mais.
Vou dar o mesmo conselho que me deram: quem ainda não leu Belo Desastre, não passe o carro por cima dos bois, não leia Desastre Iminente antes até porque tem cenas que Jamie retirou ou diminuiu e para quem não leu o outro pode achar que falta algo. Um é o complemento do outro.
Para quem já leu BD recomento o Desastre Iminente.

10 comentários:

  1. Oi Raquel!

    Gostei de saber que a autora acrescentou algumas coisas ao livro. A narrativa dela é mesmo viciante e espero que me envolva como o primeiro. Estou bem curiosa para ler e vamos ver se vou ter a mesma opinião que você. Adorei a resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Raquel, eu ainda não tive coragem de pegar esse livro para ler. Não quero que minha experiência com o Travis acabe. :(
    E eu to tentando mesmo conter minhas expectativas, porque, se ele não for AQUILO que BD foi, vou acabar super decepcionada.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  3. Oie :)

    Eu preciso ler Belo Desastre urgentemente, todos falam tão bem do livro então creio que ele é incrível, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. desde que esse livro lançou estou louca para ler k

    beijos
    http://meuvicioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ai Raquel, eu já gostei tanto desse, sei lá, eu tive uma maneira diferente de olhar a historia. Desta vez foi através de Travis(Meu Travis...Suspiros). Não estou dizendo que este seja melhor, mas cheguei a igualar os dois. E como você mesma disse, a leitura é fluida, e quando você vê terminou o livro e anseia por mais. Mas, infelizmente não terá mais.
    Sobre o Epilogo, bom eu gostei, pois foi bem a cara de Travis, tipo como pode um cachorro louco não ser algo equivalente a ele, super nota 10 para o Epilogo.
    Amei este livro assim como o BD, e para mim ficou como um dos romances mais arrebatadores do ano.
    Adorei a resenha Raquel, e o quote reservado que você citou, nossa...é tudo de bom! Eu mesma estou com meu livro cheio de quotes.Hahahahahaha

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
  6. Já li esse livro, e
    gostei tanto, que
    se tornou um dos meus favoritos também :]

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ótima resenha, Raquel. A autora prolongou bastante a história do Travis ein, é coisa pra contar em 405 páginas! ASHUAHSA
    A capa desse livro é linda!
    xoxo

    ResponderExcluir
  8. Falam super bem desse livro
    Mas ainda não tive oportunidade de ler nada da série

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Gostei da sua resenha, Belo Desastre me prendeu assim como prendeu você, mas eu detestei a maioria das coias que ocorreu nele. As atitudes, as burradas, aquele final "O que? Como assim?". Confesso que não tenho curiosidade para ler Desastre Iminente, porque acho que esse NA não foi feito para mim. Mas, enfim, ótimo resenha.
    http://adoravelsasarete.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá Raquel!
    Olha, ambos os livros me prendeu! Mas eu amei o Travis narrando, eu achei a Abby muito chata e tal (ciúmes), me emocionei em algumas partes com o Travis, seus sentimos, a forma como ele se expressava, adorei conhecer melhor a família dele, e podemos entender um pouco dessa sua rebeldia!! A Jamie soube nos prender e sem deixar a história repetitiva!! Ótima resenha!!

    Beijos,
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !