O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks

28 outubro 2013

O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks, por E. Lockhart
Seguinte, 344 páginas (parceria)
Aos catorze anos, Frankie Landau-Banks era uma garota comum, um pouco nerd, que frequentava a Alabaster, uma escola tradicional e altamente competitiva. Mas tudo muda durante as férias. Na volta às aulas para o segundo ano, o corpo de Frankie havia se desenvolvido, e ela havia adquirido muito mais atitude. Logo ela chama a atenção de Matthew Livingston, o cara mais popular do colégio, que se torna seu novo namorado e a apresenta ao seu círculo de amigos do último ano. Então Frankie descobre que Matthew faz parte de uma lendária sociedade secreta - a Leal Ordem dos Bassês -, que organiza traquinagens pela escola e não permite que garotas se juntem ao grupo. Mas Frankie não aceitará um "não" como resposta. Esperta, inteligente e calculista, ela dará um jeito de manipular a Leal Ordem e levantará questionamentos sobre gênero e poder, indivíduos e instituições. E ainda tentará descobrir se é possível se apaixonar sem perder a si mesma.

Até começar a ler eu não sabia muito o que esperar desse livro, tinha lido a sinopse, mas devo confessar a vocês que esqueci. Eu realmente não esperava o que essas páginas guardavam.
Frankie Landau-Banks voltou para a Alabaster um pouco diferente, e não imaginava que iria chamar a atenção de Matthew Livingston caindo de sua bicicleta. Depois do incidente Matthew apresenta Frankie para o seu seleto grupo de amigos Callun, Tristan e Alfa, este último que ela tem certeza de ter conhecido na praia em suas férias. Quando Matthew a convida para ir a uma festa ela não recusa, e no final da noite eles se beijam, logo Frankie e Matthew estão namorando.
Mas há um problema. Matthew constantemente à troca por Alfa, o seu melhor amigo, sempre que Alfa liga o outro dispensa Frankie sem muita cerimônia. Um dia ela toma coragem e o segue para saber o que ele vai fazer, e descobre que Matthew, Alfa e os outros fazem parte da Leal Ordem dos Bassês uma sociedade secreta que seu pai e amigos participaram quando estudaram na Alabaster e que sempre comentavam. Os meninos se encontram para beber e comer batatas e as vezes organizam algumas coisas, mas eles não encontraram ainda O histórico infame que é citado no juramento e Frankie que sempre quis saber sobre o mesmo começa a sua busca. Mas ela sabe que não vão aceitá-la na sociedade, por isso não perde a oportunidade que tem quando Alfa fica alguns dias inacessível e começa a mandar emails para os meninos com instruções do que fazer.
Narrado em primeira pessoa, de forma sólida e dinâmica vamos entendendo o que aconteceu com Frankie para ela ter escrito a carta apresentada nas primeiras páginas do livro.
A trama se passa na Alabaster que é um internato, em momento algum fiquei perdida, a autora soube muito bem direcionar o leitor para aquele ambiente escolar. Os personagens são consistentes e cativantes.
Frankie é uma personagem inteligente e sagaz, o que me impressionou, com fortes argumentos ela fazia os outros refletirem. E ela não é uma namorada convencional, daquelas que ficam com raiva por uma besteira que choram e fazem beicinho, ela deixa claro o que quer fazer, no que acredita e mostra quem realmente é.
Matthew era um bom amigo, e apesar de as vezes trocar Frankie, um ótimo namorado que sempre perguntava para ela se estava zangada.
Alfa, assim como Frankie, sempre vinha com ótimos argumentos, mas ele tinha um jeito dissimulado. E não parecia gostar muito da namorada do amigo.
Trish a amiga de quarto de Frankie estava sempre lhe dando conselhos, e mesmo sem saber ajudou a amiga a ter sucesso em suas armações. Zada, a irmã de Frankie sempre conversava com ela tentando deixar a irmã mais despreocupada com o que acontecia na escola agora que ela não estava mais lá para lhe auxiliar. 
Fiquei esperando um romance entre Frankie e Alfa desde quando eles se encontraram na praia, mas me enganei. Este não era um livro sobre romance, apesar de praticamente todos os meninos citados terem suas respectivas namoradas. No final a autora consegue deixar a sua semente com um conselho que serve para todos.
Uma leitura singular, fluída e ampla com curiosidades interessantes. Se tivesse continuação eu já estaria chorando, mas estou arrasada por já ter acabado. Um livro que me fez rir e refletir ao mesmo tempo, e que me proporcionou horas com um texto meticuloso e criativo. Leia também e deixe-se envolver com Frankie.

12 comentários:

  1. Ainda não conhecia o livro, mas parece ser interessante.
    Parabéns pela resenha.

    Bjus.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Raquel!

    Ouvi falar do livro, mas não havia parado para ver do que se tratava e a sua é a primeira resenha que leio. Também pensei se tratar de um romance no início da resenha, mas a história parece abordar muito mais. Fiquei bem curiosa.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Puxa eu não conhecia o livro, e parece ser tão bom pra ler. Adoro personagens como Frankie, forte e decidida. Amei ♥
    Ótima resenha!

    Beijos
    http://www.culturaliteraria.com/

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha Raquel! Estou ansiosa para ler O Histórico Infame de Frankie Landau e só ouço ótimos comentários a respeito da obra, assim como os seus. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Já tinha visto esse livro. O nome dele e a capa não ajuda, mas ele parece ser bom. Parabéns pela resenha. É muito bom quando um livro deixa alguma mensagem para nós refletirmos.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha visto em alguns Blogs, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha. Nunca tinha me passado pela cabeça que o livro seria desta forma, e isso me deixou muito interessada. Principalmente porque ele é um livro para rir e refletir, como você disse, e só de ler isto, já ganhou meu coração. Eu quero *------*
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie Raquel
    Gostei muito do livro, e achei a Frankie tão inteligente e independente. Queria que tivesse uma continuação, porque pra mim o final deixou a desejar.
    bjo
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Raquel! Eu tive uma boa surpresa com o livro, não conhecia e acabei me divertindo muito. O final não foi o que esperei, mas a história foi bem feita e compensou.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  9. Lembrando do Sorteio de aniversário do blog Eu Curto Livros Recife. Serão 3 sorteados. Participem!!!!!!! http://eucurtolivrosrecife.blogspot.com.br/2013/10/aniversario-do-blog.html

    ResponderExcluir
  10. Nossa, pensei que era uma coisa, mas é outra.
    Não curti a capa, mas sua resenha me convenceu :)

    Beijocas,
    www.segredosentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha, sumida! O livro parece ser interessante, porém não curti muito a capa e acho que não seria uma leitura tão boa para mim. Sei lá... =/
    xoxo

    ResponderExcluir
  12. Olá Raquel!
    Vi esse livro hoje no blog de uma menina, e fiquei interessada e lendo sua resenha a vontade de lê-lo despertou! Fiquei curiosa com a história, e essa mensagem da autora! A capa é meio estranho mas mesmo assim gostei!
    Já está na minha lista de desejados! Espero ler em breve!!

    Beijos
    lovesbooksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !