Dizem por aí, por Ali Cronin

18 outubro 2013

Dizem por aíGarota <3 Garoto #2, por Ali Cronin
Seguinte, 280 páginas (parceria)
Adan é o namorado de Cass. Jack ainda é virgem. Rich tem um segredo. E Ashley? Ela só quer se divertir. Não leva nada a sério e todo mundo sabe disso. Isto é, até Dylan aparecer. Quando aquele garoto lindo, charmoso e inteligente não demonstra nem um pingo de interesse, ela finge não se importar. Mas será que finalmente Ash vai desejar ter um relacionamento sério com alguém? Acompanhe o emocionante último ano na escola de quatro garotas e três garotos.

Estava ansiosa para a chegada desse livro, de todos os lançados da série este era o que mais me chamava atenção. E ao contrário do que esperava aqui a estória não gira mais em torno de Sarah, e sim de Ashley.
De todos os personagens do livro anterior Ash e Donna foram as que me passaram as piores impressões, e eu não estava muito enganada. Ashley Grenee é daquelas garotas que não se importam, sai, enche a cara, age de modo inesperado e sorri no dia seguinte como se nada tivesse acontecido. Ela não é daquelas mocinhas que ficam horas imaginado-se ao lado do garotinho bonito da escola, quando pega é sem sentimento, ela simplesmente pega. E apesar dos amigos não falarem nada eles se importavam, e passam a ficar mais preocupados quando a atitude de Ash passa do inusitado para o estúpido.
Após conhecer Dylan, o amigo de Marv, ele não lhe sai da cabeça e olha que ele mal trocou duas palavras com ela. Donna, sua melhor amiga e confidente nota que ela ficou um pouco mexida com o rapaz e faz de tudo para que o primo Marv convença Dylan a estar em todos os lugares onde uma aproximação entre eles possa acontecer. Mas em todos os encontros Ash tem a mesma certeza: Dylan não quer nada com ela. E isso a deixa frustrada a ponto de beber todas e entrar em um banheiro com um garoto qualquer de sua escola.
O ato tem consequências, aquele não era um garoto qualquer, ele tinha namorada e a pobre garota está espalhando tudo que sabe (e o que inventa) a respeito da reputação de Ash. E apesar de fingir não se importar as palavras abrem uma ferida.
E ainda tem os problemas familiares. Ash sempre acha que sua mãe está privilegiando sua irmã mais velha, Sasha. Tudo que ela faz é errado enquanto a irmã recebe elogios ela recebe sermões, mas Frankie, a irmã mais nova, está lá para apoia-la.
Para completar o pacote, Ash não para de receber mensagens de Ian, um cara com quem ela passou alguns minutos, mas que não para de lhe importunar.
Uffa! Ash com certeza é o oposto de Sarah, a personagem de Nada é Para Sempre, e por mais que eu me identifique mais com o jeito certinho de Sarah, foi com a estória de Ash que me vi mais envolta.
Neste volume da série Ali conseguiu me prender totalmente, não sei se foi a personalidade de Ash ou os seus problemas. A narrativa continua ágil e concisa, a autora não aprofunda muito, isso não me incomodou apenas quando o assunto era Ian, achava todo o dramalhão com o cara muito infundado e sentia que não iria chegar a lugar nenhum, fiz inúmeras suposições sobre o que a autora poderia abordar no final para que tivesse um desfecho da situação dela com Ian e nada do que pensei aconteceu, como disse ficou sucinto e superficial.
Já os dramas familiares foram desenvolvidos de forma delicada, Ash se considerava a ovelha negra da casa, e como a narração é feita por ela não temos um olhar da mãe ou da irmã acabamos tomando as dores dela e odiando sua irmã Sasha. Já Frankie sempre vinha como rosas, eu amo crianças e a irmã de Ash era uma garotinha impossível de não amar, inteligente e bastante esperta para a idade ela encantou com o seu primeiro amor Freddy.
Vi Ash além de sua reputação, a conheci como um ser humano que também sentia e sim, ela se importava com o que falavam dela, e assim minha visão a respeito de Donna também mudou já que ela por ser a melhor amiga de Ash estava sempre à aconselhando e ajudando.
Quanto a Dylan foi impossível não ficar desesperada pela demora de suas ações, ele parecia realmente não querer nada com Ash, e somente Donna acreditava que ele era apenas tímido.
O outro amigo do grupo que conhecemos mais é Rich, qual seria o segredo dele? Só lendo para você saber sobre ele e sobre o romance de Ash com Dylan.
O livro segue a mesma receita do outro, se você leu o primeiro vai querer continuar acompanhando essa estória, se não leu pode ler esse e saber o que Dizem por aí a respeito de Ash sem se preocupar em ficar sem entender, apesar de ter os mesmos personagens as tramas são distintas.
Minhas expectativas para com o próximo livro são altas já que a personagem da vez é Cass a que mais me intriga por namorar um cara que não é nada simpático, espero que a continuação me agrade ainda mais e espero que Donna e Jack sejam mais desenvolvidos nos outros volumes.
Me sinto de volta a escola e todos os dramas dos meus amigos, e os meus próprios, é muito gostoso de acompanhar!

Nada é Para Sempre #1
Dizem Por Aí #2
Três é Demais #3
Lições de Amor #4
A Garota Certa #5
Eu e Você #6

8 comentários:

  1. Só li o finzinho da resenha com medo de spoilers. É tão bom quando o livro vai superando nossas expectativas. Melhor ainda é quando vc acha que não vai ter melhor e aparece um vencendo a categoria. XD
    Espero que continue gostando da série.
    xoxo

    ResponderExcluir
  2. Bom dia! Acabei chegando aqui através do blog da Yasmim, e gracas a Deus cheguei a um lugar tao harmonioso, fiz como o colega de cima, li só o final com medo de spoiler.
    Agora estarei sempre aqui. Se puder e Quando puder da uma passada la : http://livronamaoagora.blogspot.com/ se gostar pode seguir, sera muito bom ter você por la.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca li nada à respeito desse livro, só vi a capa por ai, então não sabia do que a história se tratava. Lendo sua resenha - e a do livro anterior - pude ter uma ideia e fiquei interessada. Gosto de personagens, que como a Ash, a gente vai descobrindo através da história.

    ResponderExcluir
  4. Tenho lido resenhas entusiasmadas dessa série e quero muito lê-la, mas ainda não posso comprar os livros =/
    Acho que vou gostar bastante dos personagens, adoro esse tipo de história com linguagem bem jovem. Resenha muito bacana, adorei.
    Beijos
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho um certo interesse nessa série, não muito porque, para ser honesta, não vejo um grande diferencial, exceto o fato dos assuntos serem tratados de forma mais crua e real. Mas é sempre bom lermos livros que são bacanas de acompanhar e a leitura flui.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela resenha Raquel! Já li Nada é Para Sempre e Dizem Por Ai e curti bastante, apesar de ter me irritado um pouco com a Sarah no primeiro volume da série. No entanto, estou ansiosa para ler Três é Demais! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Raquel!
    Eu vi algumas resenhas dos outros livros da série, não me lembro de ter visto desse livro.
    Só de saber que Ashley não é uma mocinha convencional, já ganhou pontos comigo, pois personagem politicamente correto eu detesto. Fiquei curiosa em saber o segredo do Rich. Amei sua resenha!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  8. Oi Raquel!

    Senti nostalgia lendo sua resenha, justamente pela história se tratar dos tempos de escolas. Seus dramas, alegrias e problemas. É uma ótima fase. Gostei da premissa do livro e acho legal quando as autoras desenvolvem um personagens em séries desse tipo. Leria com certeza se tivesse oportunidade.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !