Malícia, por Chris Wooding

28 dezembro 2012
Malícia
Malícia – Você não vai escapar, Vol. #1 Malícia; de Chris Wooding
Geração Jovem, 430 páginas (Parceria)
Todo mundo já ouviu esse boato. Chame Jake Gigante e ele levará você para Malícia, um mundo que existe dentro de uma aterrorizante história em quadrinhos, de onde os garotos nunca saem. Seth e Kady acham que isso não passa de uma lenda absurda. Mas quando o amigo deles desaparece, os boatos de repente deixam de parecer tão absurdos... 
Luke houve os boatos da famosa revista Malícia, e não perde tempo, consegue a sua e vai de prontidão mostrar a sua amiga, tentando mostrar-lhe que os boatos são mentira ele pede: Jake Gigante, me leve embora! Será que era isso mesmo que ele queria? Depois de feito não podia mais mudar, agora Luke estava sumido, aparentemente seqüestrado e ninguém sabia de seu paradeiro, a não ser Heather que presenciou tudo e estava preocupada e assustada. Antes do sumiço, Luke conta algumas coisas para Seth, seu amigo, lhe prometendo explicar depois, mas não dá tempo. Seth e Kady acabam envolvidos, mas toda essa confusão, os sumiços podem ser apenas o começo.
"Chegou à sala e atravessou sem hesitar. Uma vez que começou, precisava continuar. Sua resolução começou a faltar: sabia que havia alguma coisa pronta para engoli-lo a qualquer momento. Passou pela TV, pelo sofá, aproximou-se da porta que levava à cozinha. Logo seria atacado de qualquer direção..." – (Página 14)
Pensei que a leitura deste livro seria complicada, mas me enganei. Só para começar, Malícia tem o papel um pouquinho mais grossinho e mais firme, dando impressão desse livro mais cheio, as letras são de um tamanho maravilhoso tanto que li de madrugada e a arte do livro é impecável, cada detalhe dos quadrinhos e das outras artes que tinham foram perfeitamente colocadas de uma forma que deixou o livro incrivelmente belo.
A estória não é apenas de crianças bestas atrás de uma revistinha. Uma coisa que entendi bem é que quem vai a Malícia, que vai atrás da revista é porque ouviu o boato, mas nem todos fazem o pedido, quem faz sabe o que está fazendo. E o autor quis fazer alusão a algo do nosso mundo real; em Malícia eles buscam uma forma de fugir, seja de seus pais que o maltratam que não o entende, ou do ambiente em que vive, da escola; eles estão atrás de algo lá, de mudança.
As cenas são descritas com detalhes estupendos, é como se você estivesse vendo um pintor mergulhar o pincel na tinta e levemente pincelar uma tela em branco. E os personagens foram muito bem descritos, claro que ficaram algumas perguntas, como: Quem desenha os quadrinhos? E os outros lugares em Malícia? Mas essas são questões que serão respondidas no outro livro, isso mesmo terá uma continuação e já estou querendo saber pra quando é.
Tenho que admitir que criei um carinho especial por Kady, a personagem é de personalidade forte, não sei se é por seu passado, mãe, ou por ser seu jeito. Ou talvez seja porque os gatos no livro simplesmente a perseguia, eu amo gatos e toda vez que vejo uma bolinha de pelo em livros ganhando carinho fico toda sentimental.
Adoraria passar horas aqui contando mais e mais do livro, mas sinto que a cada resenha minha, mais spoilers vou soltando. Então vou me limitar a ficar aqui.
Para finalizar gostaria de ressaltar alguns pontos importantes, além do trabalho maravilhoso feito dentro do livro, é impossível não destacar a capa, a textura no desenho do homem e no nome dão todo um ar de mistério ao livro. Infelizmente encontrei errinhos bestas de digitação, uma revisão básica teria resolvido, mas nada que atrapalhe a leitura. Recomendo o livro para quem busca uma história com segredos, mistério, muita aventura e até mesmo suspense.

7 comentários:

  1. Ainda bem que você disse que as páginas são meio grossas. Achei quase impossível um livro daquele tamanho - vi foto na caixinha de correio - ter só 430 págs!
    Gostei muito deste livro, nem tinha me interessado, mas vai para minha lista de ''vou ler''.
    Sua resenha está ótima! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa,este livro me chamou atenção.Adorei como você narrou sua perspectiva sobre ele,e como ele lhe agradou.
    Não sei se eu estou mais abertas a palpites de leitura,mas de uns tempo para cá,comecei a gostar de livros que fogem daquilo que amo.E a maioria que leio não me decepciono.
    Parabéns sua resenha esta maravilhosa!

    Beijokas Ana Zuky

    http://sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. De início achei a capa meio contraditória, pq não sabia do que se tratava a história, então li sua resenha, amei, vc colocou tudo explicado de maneira prática e instigante.
    Não posso deixar de colocá-lo na minha lista de compras.
    Beijão
    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  4. Eu não gostei muito desta capa, e li uma resenha em outro blog que não estava tão bem escrita quanto a sua, que acabei me decepcionando ainda mais, mas agora até que curti a ideia que o livro passa. :D

    ResponderExcluir
  5. É a primeira resenha que leio desse livro e gostei, embora não sei se lerei o livro. Não faz tanto o meu estilo. Adorei a resenha.
    bjs

    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. nunca tinha visto falar desse livro achei a capa super bacana e também gostei muito da resenha achei muito interessante a historia gostaria muito de ler esse livro, tenho certeza de que eu ia amar.

    ResponderExcluir
  7. não conhecia o livro, achei a resenha boa, interessante e muito curiosa!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !