Pollyanna, por Eleanor H. Poter

07 julho 2012


Pollyanna, de Eleanor H. Poter  

Martin Claret, 192 páginas (Parceria)
Pollyanna, de Eleanor H. Porter, é um clássico da literatura infanto-juvenil. Escrito em 1912, foi inicialmente publicado em capítulos no jornal Christian Herald, de Boston. Ganhou forma de livro em 1913 e de imediato tornou-se um best seller.Traduzido em quase todas as línguas, nunca mais parou de ser lido. Levado às telas pela primeira vez em 1920, foi refilmado muitas vezes, inclusive pelos estúdios Disney.No Brasil, com tradução de Monteiro Lobato, foi publicado pela primeira vez em 1934.Pollyanna é uma história sobre o amor, a amizade e, sobretudo, sobre o surpreendente poder de transformação que os jovens e as crianças podem ter, sem se dar conta.Uma otimista incurável, Pollyanna não aceita desculpas para a infelicidade e empenha-se de corpo e alma em ensinar às pessoas o caminho de superar a tristeza e a vida negativa.
Nem é preciso repetir, praticamente todos sabem que sou apaixonada por Pollyanna, leio todos os anos e quando o vi no catálogo da Martin Claret fiz o pedido. Mas admito que meu sonho sempre foi o exemplar mais antigo do livro que foi o que peguei no ano passado. Mas independente do ano de edição o que conta é seu contexto.
Toda vez que leio me parece um novo livro, uma nova aprendizagem e novas aventuras. Pollyanna nos traz um universo cativante onde uma garotinha fica órfã de mãe e pai e tem de morar com sua tia Polly rica e fechada. Ela não queria uma criança em sua casa, e não imaginava o que isso pudesse mudar em sua vida, deixou a pequena em um quartinho no sótão para ficar longe dela e apesar de sempre ter sonhado com quadros, tapetes e outros luxos de decoração Pollyanna sempre está jogando o Jogo do Contente.
Este jogo que já tentei enis vezes me inspirar! Onde por mais que a situação pareça triste, tem um lado positivo. O exemplo que ela dá, o que seu pai lhe ensinou foi quando ela ganhou muletas ao invés de bonecas e seu pai lhe disse que tinha de ficar feliz por não precisar das muletas. Um jogo muito diferente, que poderia mudar e muito as vidas de alguns na realidade como a personagem muda na nova residência.
Pollyanna é um livro de amor e companheirismo. Mostra a bondade no ser humano, o olhar para a tristeza sendo voltado para um sorriso. E as vezes encontrar alguém em uma situação parecida parece ser melhor ajudar, um cãozinho na rua precisando de cuidados, um gatinho ao relento em busca de carinho, e até um garoto que não tem rumo mas assim como todos busca o amor de uma família.
Acho que podemos tomar Pollyanna como um incentivo de motivação, como de uma forma simples e humilde erguer-se na vida e tornar dias tristes bem mais contentes.
Eu recomendo muito o livro, acho que foi o primeiro livro de romance que li na quarta série e até hoje me emociono, dou risadas da Nancy a empregada da tia dela, e claro me divirto com Pollyanna e seu jeito espontâneo e simples. As vezes me lembro de algumas citações do livro e me ponho a sorrir. Sim é verdade, nada como uma presença de criança para mudar um ambiente, e ninguém melhor que ela para mostrar isso.
O livro foi publicado inicialmente em 1920 eu acho e até hoje é muito comentado, e muitos leitores gostam de se aventurar na história. Tem adaptações para o cinema, lamento dizer que são antigas e provavelmente só serão encontradas em VHS se é que isso ainda existe. Bom, vi até um trecho na internet de uma das adaptações feita pela Disney e achei uma negação, mudaram a simpática e simples Pollyanna para uma garota arrogante e intrometida, e a Nancy para uma namoradeira sem vergonha. Mudar a personagem principal? Por que fazer isso se o texto já está todo feito? Nossa eu fiquei muito triste, não digo muito porque não vi tudo, mas a parte que vi foi suficiente.
Tem a continuação da história que nunca me lembro se já li até o final, neste outro intitulado Pollyanna Moça ela está adolescente e sofreu um acidente, todos torcendo pela saúde dela, não me lembro de muita coisa, preciso ler o livro pois não me lembro dele.
Bom para aqueles que se interessaram sugiro que busquem pois é uma narrativa gostosa e agradável. Mas vocês também podem tentar a sorte, pois a Martin como eu havia dito no vídeo da Caixinha do Correio me enviou dois exemplares e um deles para vocês, está é uma resenha premiada e com apenas um comentário e um endereço de email você pode concorrer. Mas por favor um comentário coerente galerinha!
Espero que tenham gostado e não se esqueçam de comentar.  

20 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Wow,adorei a resenha. Já tinha ouvido falar a respeito do livro e li a sinopse e alguns outros comentários,e desde o primeiro contato que eu tive com esse material a respeito dele me apaixonei por Pollyanna. Quero muito ler o livro,pois adoro histórias que mexem conosco em todos os sentidos,principalmente aquelas que tocam no nosso lado "humano". Com isso,nós vemos que nos preocupamos com tantas bobagens,como,por exemplo, ter um bom emprego pra se ganhar muito dinheiro, ter um corpo de super modelo, ter um cabelo liso e sedoso,e tantas outras bobagens corriqueiras, que nós acabamos nos esquecendo do que é realmente importante:a capacidade de sermos realmente felizes,de termos um sorriso no rosto mesmo que tudo esteja indo mal,a capacidade de ajudar ao próximo material e espiritualmente e não pedir nada em troca. E é por isso que eu quero muito mesmo ganhar esse livro,pra poder me emocionar com essa garotinha e para que depois eu possa empresta-lo aos meus amigos/familiares/etc. pra que eles também possam ser tocados.

    contato: Sara.sv24@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Fiquei até curiosa para ler o livro, realmente já tinha ouvido a história desse livro, mas não sabia o nome do livro, um verdadeiro desafio fazer tudo aparecer ser mais feliz, ter um lado positivo.. mas vamos tentando talvez seja esse o segredo da felicidade.

    ResponderExcluir
  4. Li o livro quando criança, já esqueci de vários detalhes.
    Quero reler em breve.

    ResponderExcluir
  5. Oiii Raquel,
    Eu sempre quis muito ler este livro, minha amiga vive falando sobre ele, mas eu nunca tive a oportunidade/tempo de ler. Nossa seria incrível ganhar e finalmente ler!
    Amo livros assim, que nos ensinam alguma coisa sobre a vida, nos inspiram, e nos fazem felizes!!

    ResponderExcluir
  6. Não faz nem uma semana que li esse livro, minha professora de Ciências me indicou e eu fui correndo na bilbioteca pegar. Adorei, fiquei encantada com Pollyanna, com seu jeitinho meigo.
    Poxa, não fala de VHS, tenho um armário cheio aqui em casa! hahahah Mas mudar os personagens é sacanagem. Não fiquei com muita vontade de ler Pollyanna Moça, sei lá, não me despertou o interesse.

    Ótima resenha, só acho que você se enganou no sobrenome da Eleanor. Acho que é Porter, e não Potter c:

    Crying Lightning

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler, mas ainda não tive a oportunidade... Gostei da resenha, parabéns :)

    ResponderExcluir
  8. Claro que tenho de participar e ganhar essa obra.
    Eu a li quando mocinha e amei, adoro o jogo do contente e o joguei em várias fases da minha vida...sério, e sempre me pego pensando positivo como Pollyanna fazia *.*
    Tem uns meses que o li para minha filha, a Pietra de quase 5 aninhos, mas o livro não era meu, meu filho alugou na biblioteca da escola, por isso quero ganhar essa promoção linda .
    Que eu tenha sorte ...rsrsrs

    Beijão Raquel, parabéns pela resenha que está simples, sincera e muito bem feita.


    Vivi
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  9. Ja to dentro ^^

    a capa ta lindaaaaa, bem deferente.Adorei tua resenha e realmente Pollyanna toca d+ agente.

    eu querooooooo

    bju bju

    ResponderExcluir
  10. Hey, já tinha ouvido falarem desse livro, o considero um clássico que preciso/necessito/quero ler, me lembrei de A princesinha, é um livro clássico também e com ele aprendemos muito, eu até me emocionei durante a leitura :'} Acho que gostaria muito de Pollyanna, pelo que li de sua resenha, pena que a adaptação da Disney não foi muito boa.

    E espero ganhar o outro exemplar *_*
    E-mail: jeniffer.yara@gmail.com

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Adoro esses livros que soam simples mas que escondem pérolas entre as linhas...Esse livro é mustread não precisa nem de mta explicação neh hehehe

    Que legal que vc sempre rele, e ele sempre parece diferente pq a pessoa que lê embora seja a mesma, está sempre diferente e mudando =]

    Miquilis: Bruna Costenaro- bruheadbanger@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Eu amo esse livro!! *-* Li quando estava na oitava série, eu acho, minha mãe já havia lido e recomendou. Eu simplesmente me encantei com Pollyana. Ela é tão fofa, rs *-*
    Quero ler de novo! Lendo sua resenha, lembrei de algumas partes do livro, e me deu saudade.. Ficaria muito feliz em ganhar esse livro, hihi :B
    Também achei interessante o fato de você sempre lê-lo, cada vez é uma experiência diferente, né?
    Amei a sua resenha!
    Beijos!

    E-mail: raula_yasmin@hotmail.com

    ResponderExcluir
  14. É engraçado que eu, uma leitora assídua de clássicos nunca tenha lido Pollyana. É claro que eu conheço a história, quem nunca ouviu falar de Pollyana? Mas não cheguei a ler o livro, preciso corrigir essa falha. Quem sabe eu não ganho o livro? Os livros da Martin Claret são sempre muito bonitos.

    ResponderExcluir
  15. Raquel!
    Esse livro foi o protagonista do meu estilo de vida. Na infância o livro, acho que no início da adolescência e através dele decidi que mei estilo de vida seria a FELICIDADE! E assim procedo, procuro sempre ver o lado bom das coisas, mesmo quando são bem difíceis.
    O livro é fabuloso e su resenha foi primorosa, parabéns.

    Bom domingo!

    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Sempre que um livro coloca criança na história, nos faz recordar os bons tempos da infância. Ainda não conhecia o livro Pollyanna, mas gostei da história, parece ser bem leve de se ler.
    Abraços
    Cristiane Oliveira
    quizy@ig.com.br

    ResponderExcluir
  17. Esse livro é maravilhoso!!!Li Pollyana quando era adolescente,na escola e gostaria muito de ler novamente.Sua resenha ficou ótima .Parabéns.

    ResponderExcluir
  18. Será que o "Pollyana adulta" é bom?

    Esqueci de colocar o e-mail no post anterior,rsrs

    sena.gladys@gmail.com

    ResponderExcluir
  19. adoro o livro! Li para a escola mais me empolguei muito com ele, e já reli várias vezes.

    ResponderExcluir
  20. Será que ganhei?rsrs.
    Nome de seguidora:Gladys Freitas.

    e-mail:sena.gladys@gmail.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !