Chama Negra, por Alyson Noël

17 dezembro 2011

Chama Negra, Vol. #4 Série Os Imortais; de Alyson Noël
Intrínseca, 248 páginas
Enquanto tenta ajudar Haven na transição para a vida imortal e libertar Damen do feitiço que não a permite tocar nele, Ever se aprofunda mais e mais nos mistérios da magia negra. O feitiço, porém, vira contra a feiticeira, e ela se vê presa a seu maior inimigo: Roman. A força estranha e poderosa que toma conta de seu corpo impede que Ever consiga parar de pensar nele e de desejá-lo. Ela quer resistir à atração incontrolável que a está consumindo. Ele quer se aproveitar desse momento de fraqueza. A ponto de se render, Ever procura a ajuda de Jude, arriscando tudo e todos para salvar a própria vida e seu futuro com Damen...
De todo o resto da série esse foi o menor. Sério minha unhas estão sofrendo de tanto que eu estou roendo de curiosidade. Neste volume ainda temos a amiga dela Haven que acaba entrando na parada.
Depois do desastre que transformou Haven em uma imortal, praticamente formou um grupo amoroso (bom na minha opinião ok) entre Ever, Damen, Haven e Roman.
Tragicamente meu interesse tinha diminuído depois de tanta coisa ruim que aconteceu com a Ever e o Damen. E Haven apenas aumentou as dificuldades, ainda tem o Jude sua paixão de séculos passados, Roman que insiste em não dar o antídoto para o antídoto sem uma troca injusta e o envolvimento de Ever com magia negra. A magia tem grandes riscos e Ever, sem querer, quebrou a cara se envolvendo com o que não conhece.
Sinceramente... Onde será que se enfiou a parte onde tudo ficará feliz? Fiquei empolgada pensando que tudo sairia perfeitamente bem, mas não. Não ainda no quarto livro.
Fiquei impressionada com Chama Negra que ardia em Ever, a chama que ela mesma ascendeu.
Uma das coisas que me passou nas entrelinhas é que por mais doloroso que seja o que passamos, nossas atitudes pesam muito, por mais que pareça difícil sempre te alguém com que você pode contar, e essa pessoa geralmente está a sua cara. E outra coisa é que tudo deve ser pensado com muito cuidado, pois como disse na sinopse “O feitiço pode voltar contra a feiticeira”.
Gostei muito de Chama Negra se colocar entre Para Sempre, Lua Azul e Terra de Sombras acho que seria o meu preferido. Tem aquele desejo da Ever, a prontidão de Jude, a raiva de Haven, e a paciência de Damen. Recomendadíssimo. 
Agora a parte que eu temia. Bom não sei mesmo quando vou postar os dois últimos livros da série (estou louca para ler), mas acho que vou ter que esperar o ano que vem. Não esperem leiam viu!

3 comentários:

  1. Até agora esse tambem é o meu preferido...
    vamos ver o que nos aguarda nos proximo!
    otima resenha, parabéns.

    beijinhos

    viajando na imaginação

    ResponderExcluir
  2. É, espero que também sejam bons.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Teve momentos neste livro que tive raiva da enrolação em que autora dele nos proporcionou.Ai parece Jude que cá entre nos (ele é um pedaço de mau caminho).Cheguei a torcer para Ever e Jude.Mas infelizmente não rolou(kkkkk).Em uma coisa tenho que concordar com você de todos que li este foi o melhor.
    Parabéns pela resenha,flor!

    Beijokas Ana Zuky

    http://sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar e volte sempre !